Buscar
  • Escritório Contabase

Financiamento Especial - Empresas da Economia Criativa

As micro e pequenas empresas ligadas à economia criativa no Rio Grande do Sul podem buscar empréstimos de até R$ 200 mil junto ao Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). Na lista dos que podem aderir à linha de crédito estão os negócios do setor cultural e de eventos, fortemente impactados pela pandemia de coronavírus.

Fortemente afetados no último ano, esses segmentos vinculados à cultura, criatividade, conhecimento e inovação respondem por mais de 130 mil dos empregos formais no Estado, que registra também mais de 48 mil microempreendedores individuais que atuam em segmentos como música, artes visuais, cultura popular e artesanato, entretenimento, eventos, turismo cultural, entre outros.


Por isso, em parceria com o governo do Estado, o BRDE está oferecendo, como agente financiador, capital de giro para as empresas do setor, com a possibilidade de também financiar itens de investimentos para as atividades no pós-pandemia.


Listamos abaixo as principais características do financiamento:

Importante ressaltar que compreendem à economia criativa 20 setores distintos. Listamos abaixo os segmentos que terão direito ao financiamento:

  • Artes cênicas

  • Música

  • Artes visuais

  • Literatura e mercado editorial

  • Audiovisual

  • Animação

  • Games

  • Softwares aplicados à economia criativa

  • Publicidade

  • Rádio

  • TV

  • Moda

  • Arquitetura

  • Design

  • Gastronomia

  • Cultura popular

  • Artesanato

  • Entretenimento

  • Eventos

  • Turismo cultural.

Para maiores informações, deixamos a seguir o link da cartilha do BRDE com todos os detalhes: https://www.brde.com.br/wp-content/uploads/2021/01/ECONOMIA-CRIATIVA-RS-PDF.pdf


Fonte: https://www.brde.com.br/

40 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo